Vestibular: Testes para Resolver

Testes de Eletrostática – Lista 1
1.       Se tivermos um balão de borracha com uma carga positiva distribuída sobre sua superfície, podemos afirmar que
(A) na região externa ao balão o campo elétrico é nulo.
(B) na região interna ao balão o campo elétrico é nulo.
(C) na região interna existe um campo elétrico de módulo inferior ao campo elétrico na região externa.
(D) o campo elétrico é uniforme, com o mesmo módulo, tanto na região interna como na externa.
(E) o campo elétrico na região interna tem módulo maior do que o da região externa.


2.      Três cargas elétricas pontuais, Q1, Q2 e Q3, colineares, estão posicionadas conforme o seguinte esquema:

Supondo-se que a carga elétrica 1 é negativa e que a força eletrostática resultante na carga elétrica 3 é nula, pode-se afirmar que
(A) o sinal de Q2 é positivo e Q1 > Q2
(B) o sinal de Q2 é negativo e Q1 > Q2
(C) o sinal de Q2 é positivo e Q1 < Q2
(D) o sinal de Q2 é negativo e Q1 < Q2
(E) o sinal de Q2 é negativo e Q1 = Q2


3.      No sistema abaixo, as cargas elétricas Q1 , Q2 , Q3 e Q4 ocupam os vértices de um quadrado e Q5 a interseção das diagonais do quadrado.

Em qual das cargas poderá a força eletrostática resultante ser nula?
(A) Q1
(B) Q2    
(C) Q3 
(D) Q4  
(E) Q5

4.      No esquema abaixo Q1 e Q2 são cargas positivas  (Q1 < Q2) . Os pontos A, B, C, D e E são pontos da reta que contém as cargas.

Em qual dos pontos poderá a intensidade do campo elétrico ser nula?
(A) A 
(B) B
(C) C
(D) D
(E) E


5.      Duas cargas q1 e q2 de mesmo sinal e q1 = 2q2 são colocadas sobre o eixo da figura abaixo.

Em qual dos pontos assinalados na figura, deve-se colocar uma carga q de sinal contrário a q1 e cujo valor é igual a q2, para que fique em equilíbrio?
(A)  A
(B)  B
(C)  C
(D)  D
(E)  E


6.       A figura representa um dipolo elétrico cujas cargas têm módulos iguais a q e estão presas nas extremidades de uma haste de massa desprezível e comprimento “a”. Esta haste está fixa no ponto “O” num campo elétrico uniforme de módulo E .

Conclui-se, a partir dos dados que a força resultante sobre o dipolo é
(A) zero e ele não gira.
(B) zero e ele gira no sentido horário.
(C) zero e ele gira no sentido anti-horário.
(D) diferente de zero e ele gira no sentido horário.
(E) diferente de zero e ele gira no sentido anti-horário.


7.       Um elétron de massa m e carga q, com uma velocidade Vo , no sentido crescente do eixo horizontal X, penetra numa região onde atua um campo elétrico uniforme, no sentido crescente do eixo vertical Y. A trajetória do elétron, desprezando-se a força gravitacinal e qualquer atrito, será
(A) retilínea.
(B) elíptica.
(C) parabólica.
(D) hiperbólica.
(E) circunferêncial.


8.       Uma carga de prova móvel +qo é abandonada no ponto P do quadrado no vácuo. Nos outros três vértices deste, há outras três cargas fixas iguais, de valor +3qo ,que criam um campo elétrico.

A trajetória seguida pela carga de prova +qo , quando abandonada à ação deste campo elétrico, é melhor representada pela trajetória


9.      As cargas iguais em módulo e sinal estão colocadas no vácuo. A figura representa as linhas de força do campo elétrico produzido pela interação destas duas cargas.

No ponto P eqüidistante de ambas as cargas, o vetor campo elétrico será representado pelo vetor:


10.  Duas cargas elétricas de módulos iguais e sinais opostos, Q e -Q, estão colocadas nos vértices A e B de um triângulo equilátero e originam no vértice C um vetor campo elétrico .

Este campo fica melhor representado pelo vetor


11.  A diferença de potencial entre as placas A e B, carregadas com cargas de sinais contrários e distanciadas 20 cm, é de 200 V.

Abandonando junto à placa A uma carga positiva de 2 pC, verifica-se que sobre ela atua uma força de módulo
(A)  1.10-10 N
(B)  1.10-12 N
(C)  2.10-9 N
(D)  2.10-6 N
(E)  2.10-4 N


12.  Duas esferas de raios R1 e R2 , com R1 > R2 ,  são postas em contato mediante a chave C, conforme a figura. Supondo que a esfera maior esteja carregada negativamente e a menor neutra, pode-se afirmar que

(A)  haverá passagem de cargas elétricas da esfera de raio R1 para a de raio R2 até que ambas apresentem a mesma carga.
(B)  a esfera de raio R2 se carregará positivamente, enquanto a esfera de raio R1 se descarrega.
(C)  a esfera de raio R2 terá maior carga do que a esfera de raio R1 quando for atingido o equilíbrio eletrostático.
(D)  haverá passagem de cargas elétricas da esfera de raio R1 para a de raio R2 até que ambas apresentem o mesmo potencial elétrico.
(E)  o potencial da esfera de raio R1 será maior do que o potencial da esfera de raio R2 quando for atingido o equilíbrio eletrostático.

13.  Um condutor de raio R está carregado positivamente, como mostra a figura.



Convencionando que o campo elétrico, num ponto qualquer, tem módulo E e o potencial elétrico, por V, pode-se afirmar que
(A)  EA > EB
(B)  EA = EB
(C)  VA = 0
(D)  VA > VB
(E)  VA = VB


14.   A figura representa linhas equipotenciais e os respectivos potenciais.

O vetor campo elétrico no ponto P é melhor representado pelo vetor
(A)  1
(B)  2
(C)  3
(D)  4
(E)  5

15.   Duas cargas Q1 e Q2 atraem-se com uma força de módulo F.

Dobrando-se a distância d entre ambas, a força de atração será
(A)  F/2
(B)  F/4
(C)  4F
(D)  2F
(E)  F

16.  A figura abaixo representa um campo elétrico uniforme de 600 V/m.

Sendo a distância entre os pontos A e B de 40 cm, a diferença de potencial VAB  vale
(A)  +1500 V
(B)  +600 V
(C)  -240 V
(D)  -600 V
(E)  + 240 V

17.  As figuras abaixo representam dois corpos, A e B, eletrizados negativamente, com as respectivas distribuições de cargas.

Pelos dados das figuras, conclui-se que
(A)  em A as cargas estão paradas, e em B estão se movendo.
(B)  A é condutor, pela distribuição de cargas.
(C)  ambos os corpos são isolantes.
(D)  basta fechar a chave  CH2 , para descarregar o corpo B.
(E)  basta fechar a chave CH1 , para descarregar o corpo A.

18.  A figura abaixo representa três cargas elétricas puntiformes e fixas. F1 é força de interação entre Q e 2q; F2 é a força de interação entre Q e q.

A razão F2/F1 é
(A)  0,5
(B)  1,0
(C)  2,0
(D)  3,0
(E)  4,0

19.  Duas esferas condutoras de mesmo diâmetro estão representadas na figura abaixo. A é maciça e está descarregada; B é oca e está carregada positivamente.

O que acontece no momento em que a chave CH é fechada?
(A)  a metade da carga de B transfere-se para A.
(B)  um terço da carga de B transfere-se para A.
(C)  toda a carga de B transfere-se para A.
(D)  nenhuma carga é transferida de B para A.
(E)  a quantidade de carga que se transfere depende das massas das duas esferas.
20.  É dado um campo elétrico uniforme, visto na figura abaixo.

Em relação aos pontos A, B, C, D e E e seus respectivos potenciais, pode-se afirmar:
(A)  VE > VA
(B)  VA - VB = 0
(C)  VD > VA > VB
(D)  VB > VA > VD
(E)  (VA - VE) > (VA - VB)

21.  Quatro cargas elétricas fixas estão dispostas nos vértices de um quadrado, conforme a figura abaixo.

Uma carga -q colocada no centro C do quadrado fica sujeita a uma força de interação eletrostática resultante, com a seguinte orientação:

22.  Três pontos colineares , A, B e C, encontram-se num campo elétrico uniforme, separados pelas distâncias d e 2d, como mostra a figura abaixo.

Sendo V a diferença de potencial entre A e B, a diferença de potencial entre B e C é
(A)  V
(B)  2V
(C)  4V
(D)  6V
(E)  8V

23.  Dois pequenos corpos eletrizados, com cargas q1 e q2 , respectivamente, atraem-se conforme a figura abaixo.

Referente a este fenômeno, sendo F o módulo da força de interação, é correto afirmar que
(A)  F é inversamente proporcional à distância d.
(B)  F independe da distância d.
(C)  F depende do meio em que estão as cargas.
(D)  F quadriplica se a carga q1 dobra.
(E)  as cargas q1 e q2 têm o mesmo sinal.

24.  O nome da unidade de medida de carga elétrica é
(A)  volt.
(B)  ampère.
(C)  maxwell.
(D)  coulomb.
(E)  weber.


25.  Duas placas planas e paralelas foram eletrizadas conforme a figura abaixo.


Uma carga positiva livre, abandonada no ponto P entre as placas, irá mover-se seguindo a trajetória


26.  A figura abaixo mostra duas cargas elétricas de valor 9q e -q , afastadas de uma distância 2d.

O campo elétrico resultante criado pelas cargas é nulo em
(A)  F
(B)  G
(C)  H
(D)  I
(E)  J

27.  Na figura estão representadas as linhas de força de um campo elétrico uniforme. As placas paralelas A e B de potenciais indicados estão distanciadas de 2,0 cm.

A intensidade do campo elétrico entre as placas, em N/C, é de
(A)  2,0x102
(B)  4,0x102
(C)  4,0x103 
(D)  2,0x104
(E)  4,0x104 

28.  A figura abaixo mostra dois corpos metálicos carregados com cargas de sinais contrários e interligados por um fio condutor.

Enquanto não houver equilíbrio eletrostático entre os corpos, através do fio deslocam-se
(A)  elétrons de A para B.
(B)  elétrons de B para A.
(C)  prótons de A para B.
(D)  prótons de B para A.
(E)  elétrons de A para B e prótons de B para A.

29.  O campo elétrico criado por uma carga puntiforme Q tem suas linhas de força e superfícies equipotenciais representadas de acordo com a figura abaixo.

É nulo o trabalho necessário para deslocar uma carga q de
(A)  A para B.
(B)  A para C.
(C)  A para D.
(D)  B para D.
(E)  B para E.

30.  Os objetos A e B, mostrados na figura abaixo, estão situados no vácuo e têm cargas elétricas, respectivamente, iguais a 2,0x10-6 C e 1,0x10-6 C. Uma carga q = 1,0x10-6 C é colocada a igual distância de A e de B.

Sendo a constante eletrostática do vácuo k = 9,0x109 N.m2/C2 , a carga q sofre a ação de uma força resultante de intensidade, em newtons, igual a
(A)  10
(B)  15
(C)  20
(D)  25
(E)  30

31.  Duas cargas elétricas puntiformes q1 e q2 ,  no vácuo, atraem-se com uma força de intensidade F, quando separadas pela distância d, e atraem-se com força de intensidade F1 , quando separadas pela distância 2d, conforme a figura abaixo.

O valor da relação F/F1 é
(A)  1
(B)  2
(C)  3
(D)  4
(E)  5

32.  As linhas de força permitem visualizar a configuração dos campos elétricos. Nos esquemas abaixo estão representadas algumas linhas de força.





O esquema que melhor representa a configuração do campo elétrico criado por um bipolo elétrico é o da alternativa
(A)  I
(B)  II
(C)  III
(D)  IV
(E)  V


33.  Três cargas estão colocadas nos vértices de um triângulo equilátero, como mostra a figura abaixo.

O vetor campo elétrico resultante criado pelas cargas no ponto P é melhor representado por


34.  Quando um condutor é submetido a um campo elétrico uniforme, seus elétrons livres, sob a ação deste campo, concentram-se mais em uma região do condutor. Das cinco alternativas abaixo, a que representa corretamente o fenômeno é





35.  Na figura abaixo representa-se um campo elétrico uniforme de intensidade E = 40 V/m.


Sendo A e B dois pontos dentro deste campo, distantes 40 cm um do outro, a diferença de potencial entre ambos vale, em volts,
(A)  200
(B)  100
(C)  40
(D)  20
(E)  16


01B
02A
03B
04B
05D
06B
07B
08E
09E
10D
11C
12D
13E
14C
15B
16E
17D
18A
19B
20C
21A
22B
23C
24D
25A
26D
27C
28A
29A
30A
31D
32B
33E
34A
35E